Header Ads

Obras do Parque Fluvial avançam e recuperação de quadras já está 85% concluída



Iniciada há pouco mais de 40 dias a obra do Parque Fluvial já apresenta mudanças significativas e vem atraindo cada vez mais a atenção e o interesse da população juazeirense. A intervenção tem como objetivo promover a revitalização física e paisagística de toda a área considerada como degradada da orla fluvial juazeirense, no trecho entre o muro da Marinha e o Angari, uma extensão de aproximadamente 3,5 Km.

O Parque Fluvial é uma iniciativa da Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR), fruto de uma parceria do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal. Segundo o engenheiro da SEDUR, Lucas Souza, o cronograma da obra está bastante adiantado e na área da Orla 2, a reestruturação das quadras já está 85% concluída.

“As duas quadras poliesportivas já receberam toda a recuperação da parte estrutural, só falta executar a pintura final e o polimento do piso - serviços que iremos executar próximo da inauguração. Concluímos toda a limpeza da área da Prainha da Marinha e da área que vai receber o Campo Society, a quadra de areia já recebeu a demarcação com meio fio, traves para rede e reposição da areia. Já executamos a base para o ponto de apoio dos caiaques. Em breve vamos iniciar o piso cobograma (bloco de concreto vazado que permite que a água entre pelos vazios) e estamos executando o nivelamento do piso que receberá a pista de Cooper, no passeio superior, do trecho entre a Marinha e a Ponte Presidente Dutra”, explicou o engenheiro da SEDUR Lucas Souza.
A funcionária pública, Maria Auxiliadora Torres faz caminhada diariamente na Orla acompanhada do marido e vem acompanhando o andamento da intervenção. “Eu sempre comentava que não acreditava que essa obra ia acontecer e hoje ao passar todos os dias e ver o andamento tenho ficado surpresa com a evolução. Quando vejo qualquer conhecido falar mal da obra sou a primeira a defender, espero ansiosa pela conclusão para ver a maravilha que tudo isso aqui vai ficar”, declarou Maria Auxiliadora.
O titular da SEDUR, Anderson Alves, tem acompanhado o andamento da obra diariamente e informa que o cronograma da obra está dentro do planejado. “Temos contado com o apoio da população no sentido de fiscalizar a obra, o que é muito bom. Aproveito para esclarecer alguns pontos como a localização dos quiosques que vem sendo questionada pela comunidade da igreja que está localizada na Orla. A equipe técnica está estudando a melhor localização para que atenda não só ao bem estar da igreja, mas também dos comerciantes. Essa gestão preza pela democracia, e essa é a orientação do prefeito Paulo Bonfim para todas as ações da secretaria”, destacou Anderson Alves.

Ainda segundo o secretário Anderson Alves, a população tem questionado a retirada das faixas de pedra portuguesa no passeio da orla. “Estamos bretirando as faixas de pedra, para fazer o nivelamento do piso e executarmos a pista de Cooper, no passeio superior, que vai do muro da Marinha até a Ponte. A nossa equipe está à disposição para esclarecer qualquer dúvida da população, é só nos procurar na secretaria, ou ligar”, finalizou Anderson Alves.  Em relação a dúvidas e esclarecimentos a população deve se dirigir a SEDUR, que está localizada no Núcleo Administrativo, no Distrito Industrial (antigo prédio da Picadilly, ou através dos telefones (74) 3612-5429/5487.





Por Gardennia Garibalde/SEDUR

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.