Ação Cívica Integrada movimenta o bairro Itaberaba em Juazeiro


Foi realizada no último sábado (29) na escola José Pereira, no Itaberaba, a terceira ação cívica integrada do bairro. Uma organização do 3º Batalhão da Polícia Militar de Juazeiro em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade e entidades do município.

Foram oferecidos serviços como emissão de CPF, atendimento médico, psicológico e odontológico, testes rápidos de IST’s, além de palestras sobre prevenção do câncer de mama, atividades lúdicas, exposições e oficinas. A ação contou também com equipes do Bolsa Família, COELBA, SAAE, Polícia Civil, Exército, UNEB, SEBRAE, CESOL, Instituto Ivete Sangalo, CEPREV, CSTT e outras secretarias municipais atendendo à comunidade.


Segundo os organizadores, a ideia da realização da ação foi trabalhada entre batalhão e CRAS a partir das necessidades do bairro. “Entendemos que este não é papel apenas do poder público, então pensamos em atrair parceiros na tentativa de atender essas demandas. Os moradores já esperam por esta dinâmica e por vezes já somos solicitados pela própria comunidade”, destacou Capitão Cirne, um dos organizadores. Ainda de acordo com ele, a participação da população e a adesão de novos parceiros com maior número de serviços tem sido maior a cada ano.

A ação cívica acontece, prioritariamente, no mês de julho em alusão ao aniversário da cidade. “O período de realização depende muito dos nossos parceiros e dos serviços que eles podem ofertar, mas a ideia é que possa acontecer sempre no mês de julho, próximo a data de aniversário de Juazeiro”, completou o capitão.

Os moradores mais uma vez prestigiaram o evento. “Todo ano acompanho essa ação. Gosto de participar das palestras e aprender coisas novas”, comentou a dona de casa Maria José.

A secretária de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, Cida Gama, destacou a importância da proximidade de todas as entidades envolvidas com a comunidade. “Parabenizamos a todos os envolvidos por mais um ano de sucesso do evento. Acreditamos que é essencial envolver a população em ações tão importantes como esta, pois a traz pra perto e fica mais fácil saber as suas reais necessidades”, destacou.

 .


Por Fabiana Diniz/SEDES

Compartilhe

Posts Relacionados