Vítimas do desmoronamento do garimpo em Sento Sé foram identificadas




Três pessoas ficaram feridas na tarde desta terça-feira (13), após um desmoronamento na mina de ametista localizada na Serra da Quixaba, a 54 km do centro de Sento Sé, no norte da Bahia. O local foi descoberto em abril de Skyte ano, e desde então tem atraído milhares de pessoas até a cidade. O quilo das pedras são comercalizadas por até R$ 3 mil.

As vítimas foram retiradas dos escombros e levadas para o Hospital Doutor Heitor, em Sento Sé. Conforme dados da unidade de saúde, Cleones Ferreira Rocha, de 37 anos, teve ferimentos no quadril. Já Nielton de Almeida, de 35 anos, teve ferimentos leves. Os dois passam bem, mas não há detalhes de quando receberão alta. O terceiro ferido, identificado como Valdeir Rodrigues Almeida, de 44 anos, quebrou a perna, e deve continuar internado até conseguir uma transferência pra algum hospital especializado em ortopedia, na região.

A mina na Serra da Quixaba não possui infraestrutura, mas isso não tem preocupado garimpeiros de todo o país, que lotaram os hotéis e pousadas do município para tentar achar ametistas no local. O valor do aluguel de imóveis passou de R$ 400 para R$ 1.500, em média.

Para chegar à jazida, é preciso seguir por mais 50 km em uma estrada de terra de difícil acesso, e subir os três mil metros de altura até o topo da serra, onde está localizada a jazida.

Por enquanto, no garimpo tudo é improvisado, desde o espaço de mineração às negociações. Segundo comerciantes do ramo de lapidação de pedras, as ametistas encontradas possuem ótima qualidade.

G1 Bahia

Compartilhe

Posts Relacionados