Opinião: Descaso e abandono no Distrito Industrial de Juazeiro



O Distrito Industrial de Juazeiro, hoje Distrito Comercial, de mau gosto, não estava de vento em popa, com dezenas de indústria para serem instaladas, símbolo da grandiosidade de um povo valente e trabalhador: A Máscara Caiu? Lamentável, triste, desolado. O mais incrível, inacreditável é que a Câmara de Vereadores tenha capacitação técnica para propor, projetar, construir alguma coisa.

Os distritos industriais foram idealizados, projetados pelo mais brilhante economista das américas: Rômulo Almeida. Vejam os Distritos de Subaé e Vitória da Conquista, exemplos de capacitação técnica. O Sudic hoje é gerido por uma pessoa que se passava por Dono de uma empresa, qual era apenas empregado. Faliu a empresa por incompetência, foi demitido dela, e a incompetência foi tanta que a empresa se tornou irrecuperável. Estou falando da FRUTIMAG em Sento Sé.

O que o Distrito precisa é de carga elétrica para fins industrial (vide Distrito do Subaé), água bruta em volume industrial, água tratada e certificada para participar como insumo nos processos, estação de tratamento de resíduos sólidos e efluentes líquidos, asfalto digno em todo perímetro, iluminação e sinalização, monitoramento da emissão de resíduos na atmosfera, bem como a terraplanagem das lagoas ainda existente. Isso custa milhões e à nível de vereadores e prefeitura, não tem nem recursos nem competência técnica para tanto.

Vale sem fronteiras

Compartilhe

Posts Relacionados